Indústria, Inovação e Infraestrutura – Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável

Indústria, Inovação e Infraestrutura – Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável

Neste texto continuamos com esse artigo o nosso trabalho de apresentação dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) relacionados à prática de atividades ao ar livre e com efetiva contribuição do trabalho realizado pelo Gear Tips. Já publicamos textos que falam sobre os ODS 4 – Educação de qualidade, 5 – Igualdade de gênero e 8 – Empreendedorismo.  E agora iremos apresentar um pouco mais sobre o ODS 9.

ODS 9 – Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação.

Indústria, inovação e infraestrutura - 9º Objetivo para o Desenvolvimento Sustentável ONU

A evolução do processo industrial, principalmente no último século, trouxe consigo também um crescimento de seus impactos negativos no planeta, sobretudo no que diz respeito ao uso inconsciente de recursos naturais e o agravamento da desigualdade. Neste contexto, O ODS 9 visa o fortalecimento de uma indústria consciente, eficiente e voltada para a inovação, tendo em conta a importância da responsabilidade social.

A indústria sustentável deve priorizar a utilização de matérias primas renováveis, a prevenção e minimização de seus impactos e o desenvolvimento de ações que promovam um ganho de eficiência no processo produtivo, garantindo assim o uso racional de energia. Além disso, toda a cadeia deve promover condições justas e seguras para todos os trabalhadores.

A construção de um mundo melhor passará pelo ato de repensarmos a forma como produzimos desenfreadamente de forma inconsequente. Neste contexto, dentre as metas estabelecidas pela ONU destacamos as abaixo listadas:

9.2 – Promover a industrialização inclusiva e sustentável e, até 2030, aumentar significativamente a participação da indústria no setor de emprego e no PIB, de acordo com as circunstâncias nacionais, e dobrar sua participação nos países menos desenvolvidos.

9.4 – Até 2030, modernizar a infraestrutura e reabilitar as indústrias para torná-las sustentáveis, com eficiência aumentada no uso de recursos e maior adoção de tecnologias e processos industriais limpos e ambientalmente corretos; com todos os países atuando de acordo com suas respectivas capacidades.

Deuter

Hoje uma das principais parceiras do Gear Tips é a Deuter, consagrada marca alemã desenvolvedora de mochilas e equipamentos de aventuras. A marca é extremamente preocupada com diversos aspectos relacionados à um padrão de industrialização sustentável. No que diz respeito à matéria prima, por exemplo, a mesma possui o certificado Responsible Down Stantard, que garante com que as plumas e penas de gansos e patos utilizados como material de enchimento de equipamentos, sejam de origem de animais que não tenham sofrido maus tratos durante a sua vida e que o processo de abatimento seja limpo e sem estresse.

Responsable Down Standard - RDS - Deuter

Além disso, em 2020 a Deuter lançou a linha UP, com mochilas feitas inteiramente de garrafas PET recicladas e com redução substancial na quantidade de água e petróleo usados na produção.

Linha de Mochilas Deuter UP
Da esquerda para direita: UP Stockholm, UP Seoul e UP Sydney

Quando se trata de eficiência energética, a Deuter possui o certificado bluesign desde 2008 em suas fábricas localizadas na China, Vietnã e em Myanmar, tendo os mais restritos padrões ambientais do mundo. Esta certificação garante uma rígida gestão consciente no que diz respeito à proteção ambiental, a segurança no trabalho e a segurança do consumidor.

Bluesign Partner

O processo produtivo da Deuter é PFC Free. Os PFC (compostos perfluorados) são normalmente usados para a fabricação de equipamentos de montanhismo impermeáveis. Essas substâncias são perigosas pois podem estimular o aparecimento/crescimento de tumores, provocar mutações celulares e causar danos aos sistemas hormonais e reprodutivos. Uma indústria sustentável passa pela não utilização de produtos nocivos.

Deuter Livre de PFC

Além disso, a Deuter participa efetivamente de associações voltadas para a sustentabilidade, como a Partnership for Sustainable Textiles e a European Outdoor Conservation Association (EOCA). A primeira, alemã, têm como objetivo fazer com que seus associados promovam melhorias sociais, ecológicas e econômicas ao longo do setor têxtil. Já a EOCA é uma organização sem fins lucrativos da indústria europeia de equipamentos que apoia projetos de conservação da natureza em todo o mundo.

Member os Partnership for Sustainable Textiles

European Outdoor Conservation Association - EOCA

Por fim, a Deuter é membro Líder da Fair Wear Foundation (FWF): uma organização independente que promove ações e auditorias com o objetivo de promover melhores condições de trabalho nas fábricas da indústria têxtil. A Deuter é membro da FWF desde agosto de 2011 e, portanto, se comprometeu com as rígidas diretrizes de condições justas de trabalho e de produção.

Deuter - Fair Wear Leader

CamelBak

Já a Camelbak, outra de nossas parceiras e importante marca internacional de fabricação de garrafas, reservatórios, mochilas e acessórios, firma importantes compromissos com seus consumidores. Consideram a responsabilidade de escolher materiais e processos que reduzam o impacto climático de seus produtos, sejam mais seguros para as pessoas ao longo da cadeia de suprimentos e mais ecológicos.

O foco está na fabricação de produtos duradouros e sustentáveis. Também no melhoraremos continuo de design, utilizando materiais sustentáveis ​​e processos de fabricação inteligentes, sempre que possível. Nesse processo, são atribuídos rótulos aos produtos de acordo com o atendimento dos 5 requisitos abaixo listados.

• Fabricação com materiais seguros;
• Uso de materiais reciclados na fabricação;
• Design propício ao reparo e ao reuso;
• Uso mínimo de embalagens.
• Projetado para preservar recursos e diminuir os descartáveis.

Sustentabilidade no processo da Camelbak
Sustentabilidade no processo da Camelbak

Processos sustentáveis CamelBak

Sustentabilidade CamelBak

Segundo relatório social da empresa, as fábricas compartilham o compromisso de inovação de fabricação de produtos. O objetivo não é fazer mais, mas fazer mais – com menos. Existe toda uma política implementada que trata das expectativas dos fornecedores em relação ao tratamento dos trabalhadores, gestão ambiental e conduta ética.

A Camelbak deixa clara a sua responsabilidade com a Lista de Substâncias Restritas (RSL), aplicando restrições químicas ​​a substâncias e materiais usados ​​na fabricação de materiais, componentes, produtos e embalagens. O RSL é baseado no sistema de gerenciamento de produtos químicos bluesign® technologies AG, priorizando a segurança e a qualidade de todos os produtos.

Curtiu saber um pouco mais sobre indústria sustentável? Fique ligado pois no próximo artigo sobre o tema falaremos sobre o ODS 10 – Redução de desigualdades. Até lá!

AuthorBruno Negreiros

Engenheiro ambiental e montanhista com o sonho de contribuir para a disseminação dos esportes ao ar livre e de aumentar a conscientização ambiental e social no mundo outdoor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *