Sistema de Tarp – menos peso e mais versatilidade

Sistema de Tarp – menos peso e mais versatilidade

Se falássemos em tarp alguns anos atrás muita gente não conheceria o termo, mas se falássemos em “lona” provavelmente um número maior de pessoas saberia o que era. Com o aumento do uso das redes de acampamento e da prática do bivak, o termo “tarp” passou a aparecer mais nos papos sobre equipamentos outdoor.

Provavelmente você já usou algum tipo de lona para cobrir a sua barraca ou já viu alguém usando uma delas nos campings. O uso da lona, ou tarp, vai muito além da função de oferecer uma proteção extra para a sua barraca. Esse equipamento versátil pode substituir completamente a barraca como opção de abrigo, servir como proteção no bivak, ser usado como cobertura para uma rede de acampamento, montar um abrigo de emergência ou até criar uma área coberta no seu acampamento.

Tarp Escapist da Sea to Summit em um abrigo durante uma viagem de bikepacking
Tarp da Sea to Summit em um abrigo durante uma viagem de bikepacking

Talvez você esteja se perguntando: então o tarp é a mesma coisa que aquela “lona azul” que eu compro em uma loja de ferragens ou supermercado? Sim e não. O tarp é similar, porém a maior diferença entre eles é que o tarp outdoor é mais leve, menos volumoso e possui pontos de amarração específicos para o uso na montagem de abrigos – diferentemente do que vemos nas lonas mais comuns.

Tarp Escapist Sea to Summit
Detalhe do encaixe de um bastão de caminhada para montar o Tarp Escapist da Sea to Summit

Sistema de Tarp – o que é e como funciona?

Assim como outros equipamentos outdoor, o tarp também tem vantagens e desvantagens. Por isso você deve optar por ele quando as condições da sua aventura forem favoráveis ao uso do sistema de tarp em relação à outros abrigos.

As principais características positivas do sistema de tarp são o baixo peso e a flexibilidade de uso, já que eles podem ser usados na montagem de diversos abrigos diferentes, bem como cobertura para áreas extras no acampamento. Mas eles não oferecem proteção natural contra os mosquitos (existem acessórios para isso), e não são a melhor escolha para ambientes com ventos fortes ou em situações de solo muito molhado. Além disso, o tarp precisa de pontos de apoio para permitir diversos tipos de montagens. Normalmente esses pontos de apoio são bastões de caminhada, bambus, galhos secos, estacas, pedras ou árvores próximas. Portanto, sempre tenha em mente essas características antes de escolher qual será a melhor opção de abrigo para a sua próxima aventura.

Tarp Escapist da Sea to Summit
Tarp Escapist da Sea to Summit

Outro ponto comum entre os tarps e algumas barracas é que eles precisam ser ancorados no solo. E se o terreno for rochoso você terá mais trabalho para fazer isso, já que não poderá usar as estacas. Neste cenário o melhor seria montar o tarp usando pedras para esticar cada ponto de ancoragem ou, se for possível, usar as árvores do local para fixar os cordeletes.

Como evitar os insetos ao acampar com o tarp?

Uma das situações mais chatas que podemos encarrar em nossas noites na natureza são os mosquitos. Talvez você nunca tenha acampado usando uma rede ou um tarp sem mosquiteiro, mas pode ser que você já tenha esquecido a porta da sua barraca aberta e teve que lutar de madrugada contra os mosquitos. Para evitar essa situação existem acessórios que podem ser combinados com o tarp, como o mosquiteiro Escapist Bug Net, da Sea to Summit.

Alguns possíveis usos do sistema de tarp

Como dissemos anteriormente, o tarp costuma ser muito usado como cobertura para as redes de descanso ou como cobertura para uma barraca. Mas eles também são muito versáteis na montagem de abrigos para um bivak ou numa emergência.

1. Como cobertura para o bivak – usando dois bastões de caminhada

2. Como cobertura para o bivak – usando um bastão de caminhada

3. Como proteção contra o vento lateral no bivak

4. Para aumentar o avanço da sua barraca

5. Como uma área extra para a cozinha ou a convivência no acampamento

Essas são apenas algumas das montagens que podemos fazer usando um tarp, existem diversas outras – algumas bem criativas. Inclusive, no saco de transporte do Tarp Escapist da Sea to Summit existem ilustrações que mostram 12 possibilidades diferentes para montagem dele!

O que levar em consideração ao escolher um tarp?

Existem várias opções de tarp no mercado nacional e a sua escolha deve se basear em fatores que vão muito além do preço, como por exemplo:

– O tamanho do tarp

Se você for usar o tarp em conjunto como uma rede verifique se o tamanho do tarp é suficiente para cobrir completamente a rede, principalmente no que diz respeito ao comprimento da rede quando ela está montada. O tamanho dos tarps pode variar muito, se você comprar um tarp menor do que o necessário pode ser que a rede acabe ficando exposta nas pontas – o que seria bem ruim em uma noite de chuva com vento.

A mesma coisa vale se você pretende usar o tarp para montar abrigos, fique atento ao tamanho necessário para o tipo de abrigo que você deseja montar.

– Peso e volume

Uma das grandes vantagens do tarp é a redução do peso e do espaço ocupado na sua mochila. Então, escolha um que não seja tão pesado ou volumoso. É justamente nestes dois quesitos que as lonas azuis das lojas de ferragens deixam a desejar.

– Coluna d’água

Assim como o sobreteto das barracas os tarps também possuem um valor para coluna d’água, e as regras são as mesmas, isto é, quanto maior o valor da coluna d’água melhor será a proteção contra chuva.

– Quantidade de pontos de ancoragem

Fique atento para quantidade de pontos de ancoragem. Quanto maior for a quantidade de pontos de ancoragem mais opções de montagens você terá. Normalmente os modelos mais simples possuem 4 ou 6 pontos de ancoragem, porém, o ideal é que eles tenham 8 pontos ou mais.

É possível improvisar pontos de ancoragem usando pedras ou outros objetos, mas ao fazer isso você corre o risco de danificar o material do tarp, ainda mais se estivermos falando de tarps feitos com tecidos técnicos mais finos, como o Nylon 15D, por exemplo.

Outro detalhe importante sobre os pontos de fixação é o reforço. Como eles são pontos de tensão na montagem todos devem ser reforçados.

– Carga suportada

Alguns fabricantes pensam no tarp como um equipamento que vai além da função de cobertura ou proteção contra o vento. Existem modelos que suportam até 200kg de carga – se você pensa em usar o tarp para improvisar uma rede ou algum tipo de saco de transporte – leve em consideração essa característica.

Informações técnicas do Tarp Escapist da Sea to Summit

 
O Escapist da Sea to Summit está disponível em dois tamanhos – médio e grande.

– Feito em nylon UltraSil 15D com camada de PU, costuras seladas e coluna d’água de 1200mm;
– Oito pontos de amarração reforçados com Hypalon que permitem várias montagens diferentes;
– Extremamente leve e compacto;
– O tarp no tamanho grande acomoda confortavelmente duas pessoas e seus equipamentos.

Escapist Médio:
Peso: 300g
Medidas: 260cm x 200cm (2.6m x 2m)

Escapist Grande:
Peso: 440g
Medidas: 300cm x 300cm (3m x 3m)

Associe-se e garanta os seus descontos em equipamentos e serviços!


Outros modelos disponíveis no mercado brasileiro

O tarp que mostramos neste texto é o Escapist da Sea to Summit, que é muito leve e técnico. Existem outras opções mais baratas disponíveis no mercado nacional, como por exemplo o Fly da NTK ou o toldo Amazon, da Guepardo – entre outros modelos.

Tarp Fly da NTK

O NTK Fly é um tarp mais barato, igualmente leve e um pouco menor do que o Escapist. Uma boa opção para você que quer experimentar este tipo de equipamento e não quer gastar muito neste primeiro momento. Algumas informações técnicas deste tarp:

– Material: Poliéster Ripstop
– Peso: 290g
– Medidas: 220cm x 180cm (2.2m x 1.8m)
– Coluna d’água: 1500mm

Outra opção com ótimo custo benefício é o toldo Amazon, da Guepardo. Ele tem um tamanho próximo do Escapist, porém é mais pesado, confira:

– Material: Poliéster 190T
– Peso: 900 g
– Medidas: 260cm x 300cm (2.6m x 3m)
– Coluna d’água: 1500mm

Comparação entre os tarps da Sea to Summit e da NTK

Não podemos esquecer dos Ponchos que viram tarps

Alguns ponchos disponíveis no mercado também podem ser usados como tarp, e isso pode ser um ponto positivo para quem gosta de usar poncho, afinal de contas você terá que transportar apenas um equipamento na sua mochila mas poderá usá-lo de duas formas diferentes durante sua aventura.

O Poncho Tarp da Sea to Summit e o Poncho Tarp Kokan da Azteq conta com essa possibilidade de uso. Já fizemos um comparativo entre eles, veja:

Características destes dois ponchos tarp:

TARP PONCHO KOCAN AZTEQ
Largura: 1,40 m
Comprimento: 2,00 m
Peso: 290 g
Material: Poliéster Ripstop 210T
Impermeabilizante: Poliuretano (PU)
Possui Tratamento com DWR? Sim
Pontos de Ancoragem (quantidade): 4
Pontos de Ancoragem (tipo): Ilhós de Latão
Pontos de Fechamento (quantidade): 2 de cada lado
Pontos de Fechamento (tipo): Velcro

NYLON TARP PONCHO SEA TO SUMMIT
Largura: 1,37 m
Comprimento: 2,53 m
Peso: 408 g
Material: Nylon 70D
Impermeabilizante: Poliuretano (PU)
Possui Tratamento com DWR? Sim
Pontos de Ancoragem (quantidade): 8
Pontos de Ancoragem (tipo): Loop de Fita
Pontos de Fechamento (quantidade): 4 de cada lado
Pontos de Fechamento (tipo): Botão de Pressão

Note que eles são equipamentos multifuncionais e por isso mesmo apresentam características diferentes quando comparados aos tarps normais. Os dois pontos principais que você deve observar ao escolher um poncho tarp são as medidas e os pontos de fixação. Esses dois itens afetarão as possibilidades de uso deles na função de tarp, tanto limitando as montagens (por causa do número de pontos de amarração) quanto limitando a área de cobertura (já que eles são menores do que alguns tarps que mostramos anteriormente).

Conclusão

Usar um sistema de tarp requer alguma experiência, tanto em relação a montagem quanto ao conforto e segurança. Se você já está acostumado a acampar com barraca e quer experimentar o sistema de tarp comece testando ele em ambientes controlados, ou seja, locais com temperaturas mais amenas, sem ventos tão fortes, onde você tem a opção de mudar de abrigo durante a noite caso alguma coisa dê errado, etc. E assim como acontece com qualquer outro tipo de abrigo não deixe para montar ele pela primeira vez durante uma atividade real, pratique a montagem com antecedência, para que você possa se acostumar com os nós, área necessária e as opções de montagem.

2 Replies to “Sistema de Tarp – menos peso e mais versatilidade”

  1. Muito bom este artigo. Tenho um tarp da Kampa a mais de 10 anos e muito recomendo.

    • Oi Olavo! Tudo bem?
      Sim! Os produtos da Kampa são excelentes!!
      Abs!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *