Conheça a Jaqueta Columbia Outdry™ Ex Featherweight

Conheça a Jaqueta Columbia Outdry™ Ex Featherweight

Aqui no Gear Tips eu já falei alguma vezes sobre vestuário para a prática de atividades ao ar livre como Hiking e Trekking. Quando falamos sobre a 3ª camada, é fundamental que ela seja impermeável e respirável, ou seja, que ela permita a saída do vapor d’água produzido por nosso corpo e não deixe que a água da chuva entre.

Jaqueta Columbia Outdry Ex Featherweight
Jaqueta Columbia Outdry Ex Featherweight

Existem várias possibilidades de jaquetas impermeáveis/respiráveis, e, assim como os demais equipamentos que usamos em nossas aventuras, elas são desenvolvidas para usos específicos. Eu mesmo tenho 3 jaquetas diferentes, que uso em situações distintas, e todas são 3ª camada.

No vídeo que aparece neste artigo, vou mostrar alguns detalhes que fizeram da jaqueta Columbia Outdry Ex Featherweight a minha escolha para atividades aqui no Brasil, em climas quentes ou em situações onde quero ir mais leve.

Antes de falar da jaqueta, vou relembrar como é a construção de uma jaqueta impermeável: De uma forma geral, temos o tecido da jaqueta e por dentro temos a membrana (laminada como o Gore-Tex ou eVent; ou revestida como as de Poliuretano), que é o que vai conferir sua impermeabilidade e respirabilidade.

Jaqueta com membrana eVent
Exemplo de uma Jaqueta com membrana eVent

Algumas vezes, por dentro da jaqueta, existe ainda um tecido ou tela, para conferir uma resistência maior à membrana. Do lado de fora, o tecido é tratado com um DWR (Durable Water Repelent), que vai fazer com que a água da chuva seja repelida e nem chegue na membrana. Ou seja, parte da eficiência de uma jaqueta se dá por este tratamento externo. Porém, o DWR se desgasta ao longo do tempo. Eu já mostrei aqui no Gear Tips alguns produtos para restabelecer o DWR, mas que infelizmente não são vendidos no Brasil.

Você deve estar se perguntando por que eu resolvi explicar tudo isso. Bom, a jaqueta Columbia Outdry Ex Featherweight usa a tecnologia Outdry, onde a membrana fica do lado de fora do tecido, e o tecido da jaqueta acaba sendo bem mais fino e tem a função apenas de conferir uma resistência maior à membrana.

Como a membrana está do lado de fora, não existe a necessidade de aplicação do DWR! Portanto, a repelência a água não é desgastada e a eficiência do equipamento é muito maior, com menos peso! Por esta razão, as costuras são seladas pelo lado de fora e não pelo lado de dentro, como acontece nas jaquetas tradicionais.

Vou listar agora alguns pontos que julgo importantes nesta jaqueta:

1- Peso: Ela é bem mais leve do que uma jaqueta tradicional. Pesa em média 200 g e é super compactável. O tamanho que uso, XG, pesa 245 g.

2- Ajuste nas mangas com velcro: acho fundamental o ajuste das mangas e prefiro os que são com velcro do que os com elástico. Além da resistência maior (o elástico acaba esgarçando com o tempo), este tipo de ajuste permite que você deixe as mangas abertas para uma melhor ventilação, caso seja necessário.

3- Bolsos grandes, posicionados de acima da linha da cintura. Isso é fundamental pois quando usamos uma mochila com barrigueira, se os bolsos ficam por baixo da barrigueira, a dificuldade em usá-los é enorme. Curiosamente, estes bolsos não são no formato tradicional, em que podemos colocar as mãos dentro como num moleton. Eles são bolsos estilo “Napoleão”, onde precisamos cruzar os braços para conseguirmos colocar as mãos dentro. Mas, eles são neste formato por duas razões:

a) São grandes o suficiente para colocação de um mapa, por exemplo;

b) Possuem a parte interna feita de tela fina, para que, ao serem abertos, permitirem uma melhor circulação do ar. Ou seja, atuam como um sistema de ventilação, quando abertos. Eles fazem uma função semelhante aos zíperes que, em algumas jaquetas, são posicionados nas axilas, também para promover uma melhor circulação de ar.

Bolso Napoleão - Jaqueta Columbia
Bolso Napoleão – Jaqueta Columbia

Ainda falando dos bolsos, os zíperes são impermeáveis e abrem para baixo. É uma outra característica interessante, pois bolsos verticais que abrem para cima possibilitam a perda de pequenos objetos, ao abrirmos o bolso.

4- O capuz possui uma pequena viseira que funciona bem para que a água não escorra para o rosto. E prefiro viseiras ligeiramente maiores e um pouco mais rígidas, mas entendo que a opção por este formato foi para manter a jaqueta leve e minimalista. Uma solução para os que preferem uma viseira maior é usar um boné (ou viseira) por baixo.

Além disso, o capuz tem elásticos de ajuste na lateral e um sistema de ajuste na parte de trás, para que fique estável na cabeça.

5- A barra da jaqueta tem um sistema de elástico bem tímido, o que faz com que a jaqueta fique mais solta na parte de baixo. Não tive o problemas ao caminhar com a mochila (a jaqueta poderia ficar subindo na parte de trás). Mas, para quem gosta de uma fixação melhor nesta parte, pode não gostar.

Em linhas gerais, é uma jaqueta excelente! Tenho usado bastante e, até o momento, tem se mostrado muito resistente. Não tive ainda uma situação em que ela tenha sido arrastada em uma pedra, por exemplo, mas para o que tenho usado, me atende muito bem!

Quer comprar esta jaqueta? Use nosso link abaixo e ganhe 10% de desconto!
https://redir.lomadee.com/v2/43aa524f02

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *