15 Trilhas no Parque Nacional do Itatiaia

15 Trilhas no Parque Nacional do Itatiaia

Nesse post separamos 15 trilhas incríveis para fazer na Parte Alta do Parque Nacional do Itatiaia.

Em Itatiaia você encontra atrativos, cachoeiras e trilhas de diversos níveis, com opções para iniciantes e também para quem busca desafios mais técnicos. O Parque possui 2 portarias, uma na Parte Alta do Parque (município de Itamonte) e outra na Parte Baixa (município de Itatiaia). Na Parte Baixa é onde ficam a maior parte das cachoeiras e as trilhas mais curtas, já na Parte Alta é onde ficam os atrativos mais famosos e as trilhas mais tradicionais.

O ecossistema do Parque do Itatiaia possui características geológicas e geomorfológicas singulares, além de uma rica biodiversidade que inclui animais icônicos como o famoso sapo-flamenguinho, o lobo guará e a onça parda, bem como outros mamíferos e aves. Tudo isso faz dele um dos melhores cenários no Brasil para a prática de trekking e hiking, escalada e observação de fauna e flora.

A importância do Parque Nacional de Itatiaia

O Parque Nacional do Itatiaia é o parque mais antigo do Brasil e um dos mais importantes do país devido às sua características ambientais, geológicas e à sua localização, que abrange municípios do Rio de Janeiro e Minas Gerais. O parque foi criando em 14 de Junho de 1937 pelo então presidente Getúlio Vargas, mas a importância da proteção dessa região já havia sido aconselhada pelo botânico Alberto Lofgren em 1913.

Além da sua importância ambiental, o Parque Nacional do Itatiaia, ou apenas “PNI”, como é conhecido entre montanhistas e frequentadores, também é extremamente relevante por ser um dos berços do Montanhismo e da Escalada no Brasil. O Parque é um destino imperdível para quem ama trilhas e atividades ao ar livre.

1 – Pico das Agulhas Negras

O Pico das Agulhas Negras, com 2.791m de altitude é o ponto mais alto do Estado do Rio de Janeiro e o 5º ponto mais alto do Brasil. A trilha até o seu cume requer bom condicionamento físico e uso obrigatório de equipamentos de segurança para os trechos técnicos. Aconselhável a contratação de Guia experiente.
Dificuldade: Avançado (com trechos de escalada)

Agulhas Negras, em Itatiaia
Agulhas Negras – Foto: Diego Baravelli

2 – Cachoeira da Flores

A trilha para a Cachoeira das Flores é bem fácil e curtinha, ela fica logo depois do Abrigo Rebouças, seguindo pelo caminho para as Prateleiras. Ela possui 3 quedas e um poço para banho, mas apenas para os corajosos, porque suas águas são geladas, mesmo no verão! O cenário é muito bonito e vale a visita, mesmo que seja para curtir fora da água.
Dificuldade: Fácil

3 – Prateleiras

A trilha para chegar na base das Prateleiras sai do abrigo Rebouças e dura cerca de 1 hora e 30 minutos, em um percurso com dificuldade moderada. Para chegar no cume, com seus 2.540m de altitude você vai passar por grandes obstáculos naturais, inclusive trechos de escalada onde é obrigatório o uso de equipamentos de segurança. Se não quiser ir até o cume, você pode parar pela base, onde já se tem uma linda vista ou pode continuar a caminhada em direção ao Morro do Couto.
Nível: Moderado/Avançado (com trechos de escalada)

E aí, está curtindo esse conteúdo?

Você sabia que o Gear Tips Club é a maior comunidade de praticantes de esporte montanha do Brasil, com descontos e conteúdos exclusivos? Clique aqui para fazer a sua assinatura.
 
Prateleiras em Itatiaia - Diego Baravelli
Prateleiras em Itatiaia – Foto: Diego Baravelli

4 – Morro do Couto

A trilha do Morro do Couto é indicada para iniciantes, mas assim como muitas outras trilhas do parque possui muitos obstáculos naturais. Vale ressaltar que no trecho final, para fazer cume, é necessário fazer uma escalaminhada tipo “trepa pedra” que exige atenção, mas não é necessário o uso de equipamento de segurança. O caminho para o Morro do Couto inicia-se a direita da portaria do parque, logo após o estacionamento e a sua caminhada é considerada leve. Para quem está com tempo e disposição é possível fazer o Circuito Couto – Prateleiras (ou Prateleiras – Couto), passando pela Toca do Índio.
Nível: Iniciante

Morro do Couto, em Itatiaia
Morro do Couto – Foto: Diego Baravelli

5 – Morro da Antena

Como 2.548m de altitude, o Morro da Antena fica bem próximo a entrada do Parque (Posto do Marcão). A trilha inicia à direita do estacionamento e segue o mesmo caminho que vai para o Morro do Couto. Durante essa trilha você verá uma grande antena e terá uma bela vista da região. A trilha é bem fácil e rápida.
Nível: Iniciante

6 – Morro do Camelo

Essa trilha começa uns 4 km antes da portaria do Parque Nacional do Itatiaia, próximo à Pousada Alsene. O cume do Morro do Camelo está a 2.318m de altitude, a caminhada é fácil e dura cerca de 20 minutos.
Nível: Iniciante

7 – Pedra do Sino do Itatiaia

A Pedra do Sino do Parque Nacional do Itatiaia, apesar de pouco conhecida é o 5º ponto mais alto do Estado de Minas Gerais e o 10º mais alto do Brasil, com 2.670m de altitude! Por ficar em uma área mais remota do parque, e devido à distância de quase 10 km, ela se torna uma das trilhas com maior grau de dificuldade. Sua caminhada deve ser realizada em apenas um dia, sem a possibilidade de pernoite no caminho. Apesar da dificuldade essa trilha passa por outros atrativos e oferece visuais incríveis do parque, como o do Maciço das Prateleiras e as Agulhas Negras.
Nível: Avançado

8 – Pedra do Altar

A Trilha para a Pedra do Altar não possui grandes obstáculos naturais, sendo de acesso fácil. O percurso tem cerca de 12km de extensão (total) e inicia na portaria do Parque. No cume da Pedra do Altar você estará a 2.665m de altitude.
Nível: Iniciante

Pedra do Altar em Itatiaia - Diego Baravelli
Pedra do Altar em Itatiaia – Foto: Diego Baravelli

9 – Asa de Hermes

A Asa de Hermes é um grande bloco de pedra que fica em frente à face norte do Pico das Agulhas Negras, em uma altitude de 2.630m. Seu formato parece um losango e lembra uma “asa”. Para chegar até a sua base, a trilha requer bastante atenção, principalmente nos pontos de trepa pedra (escalaminhada) onde será necessário o uso das mãos. Para essa trilha é recomendada a contratação de condutor.
Nível: Moderada (com trechos de escalada)

Asa de Hermes, em Itatiaia
Asa de Hermes – Foto: Diego Baravelli

10 – Chapada da Lua

No cume da Chapada da Lua você vai estar sobre milhares de pequenas crateras na rocha, canaletas enormes e fendas, de onde você irá contemplar um visual de tirar o fôlego. A Chapada da Lua fica ao lado da face leste das Agulhas Negras, de lá é possível avistar a Asa de Hermes, a Pedra do Altar e o Morro do Couto, e bem ao longe contempla-se o mar de morros do Sul de Minas Gerais.
Nível: Moderada

Chapada da Lua, em Itatiaia
Chapada da Lua

11 – Circuito 5 Lagos

Trilha do Circuito 5 Lagos tem cerca de 10km de extensão. A trilha é fácil, mas é importante prestar atenção em alguns trechos de caminhada sobre as rochas, onde é preciso seguir as marcações para não sair do caminho. A partir desse circuito é possível observar ao longe as Agulhas Negras e a Pedra do Altar.
Nível: Moderada

Circuito 5 Lagos
Circuito dos 5 Lagos – Foto: Mario Nery

12 – Ovos da Galinha

Os Ovos da Galinhas são uma curiosa formação rochosa com grandes blocos arredondados. Este atrativo está localizado no caminho da Travessia Rancho Caído, cerca de 6km após o Abrigo Rebouças, no Vale do Aiuruoca.
Nível: Moderada

Ovos da Galinha em Itatiaia
Ovos da Galinha
Venha para o Gear Tips Club
Faça parte da maior comunidade de praticantes de esportes outdoor do Brasil e tenha descontos e conteúdos exclusivos! Seja membro do Clube!

 

13 – Travessia Rancho Caído

Rancho Caído é considerada por muitos a mais bela travessia do Parque Nacional do Itatiaia, sendo também conhecida como Rebouças – Mauá. Essa travessia foi proibida durante cerca de duas décadas, até ser oficialmente reaberta em junho de 2011. Todo o percurso da trilha tem cerca de 24km de extensão e pode ser realizado em dois dias, com acampamento selvagem. Essa linda travessia não tem grandes obstáculos naturais e passa próximo a diversos atrativos como Agulhas Negras, Pedra do Altar, Ovos de Galinha, terminando na Cachoeira do Escorrega, na Parte Baixa do Parque. É recomendada a contratação de guia.
Nível: Difícil

14 – Travessia Ruy Braga

A Travessia Ruy Braga possui 22 km e pode ser percorrida em apenas um dia, se você sair cedo e tiver ótimo preparo físico, mas para aproveitar melhor o caminho, ela costuma ser feita em 2 dias, com pernoite acampando na Abrigo Massena (abrigo abandonado). Apesar de não haver muitas subidas, a trilha é longa e o capim pode estar bastante fechado em alguns trechos e por isso é recomendada para pessoas com alguma experiência, ou com acompanhamento de guia.
Nível: Difícil

Travessia Ruy Braga
Travessia Ruy Braga – Foto: Mario Nery

15 – Travessia Serra Negra

A Travessia Serra Negra que vai do Abrigo Rebouças (na Parte Alta) até a Cachoeira Maromba (na Parte Baixa) – via Serra Negra – possui cerca de 33km de extensão e é realizada em dois dias de caminhada. O caminho percorre um terreno muito acidentado, com muitas subidas e descidas e passa pela Cachoeira de Santa Clara. É recomendada a contratação de guia.
Nível: Difícil

Essas são algumas das trilhas e travessias que podem ser feitas na Parte Alta do Parque Nacional do Itatiaia. Muitas delas podem ser feitas por quem é iniciante mas é importante estar preparado! Se você está começando a realizar trilhas confere esse post com algumas dicas bem bacanas!

Ficou com vontade de conhecer Itatiaia? Nós podemos te ajudar!

Assine o Gear Tips Club e tenha até 30% de descontos na nossa rede de parceiros, além de conteúdos exclusivos para sua preparação e uma comunidade de membros. São guias, agências, hospedagem, equipamentos, lojas, assessorias esportivas e muito mais!

» Quer saber mais? Clique aqui para falar conosco 

Se você curte Itatiaia e quer saber ainda mais, fique ligado que em breve teremos mais conteúdo sobre esse, que é um dos Parques mais amados pelos montanhistas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.